Publicado por: ceercomunicaciencia | 10/11/2010

INESC Porto desenvolve projecto para a Amazónia

O INESC Porto está a desenvolver um protótipo sensor de parâmetros químicos no âmbito do projecto Estudo e Desenvolvimento de Sensores Ópticos para a Monitorização Remota de Parâmetros Ambientais”. O projecto será aplicado na região Amazónica, mais especificamente na cidade de Belém, no Pará, banhada pelo rio Guamá e pelo Igarapé Sapocajuba que apresentam níveis de poluição preocupantes.

O “Estudo e Desenvolvimento de Sensores Ópticos para a Monitorização Remota de Parâmetros Ambientais”, a decorrer até Dezembro de 2011, tem como objectivo específico desenvolver a montagem e teste experimental de um protótipo sensor de parâmetros químicos, tais como oxigénio, dióxido de carbono, componentes importantes na monitorização ambiental. Com este projecto é possível mostrar a viabilidade do funcionamento de um sistema remoto para monitorizar a presença de poluentes em determinados ecossistemas, como rios, estuários, lagoas e zonas costeiras.

Os parceiros deste projecto, além do INESC Porto, são o Instituto Militar de Engenharia, o Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca, a Universidade Federal do Espírito Santo, a Universidade Federal Fluminense e a Universidade Federal do Pará.

Este projecto é financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT). CC/INESC Porto.
Fonte: http://noticias.up.pt

Máis noticias en: http://fceer.org

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

Categorías

%d bloggers like this: